Última hora: Hotel assaltado
em Fernão Ferro

O Hotel Orion, em Fernão Ferro, Seixal, foi assaltado este sábado. Por volta das 23h35, dois homens encapuzados e armados entraram no edifício, confirmou fonte da GNR local ao PortugalDiário.

Os indivíduos tinham «uma caçadeira de canos serrados» e «estavam todos vestidos de preto», adiantou a mesma fonte.

Enquanto o assalto decorria, outro suspeito esperava no carro, «um Fiat Uno cinzento claro». No final, os três fugiram «para parte incerta».
Desconhece-se a quantia roubada, sendo que a GNR apenas confirmou que não foi disparado nenhum tiro.

O PortugalDiário tentou obter uma reacção do hotel, mas sem qualquer sucesso.


Fonte: Portugal Diário
FF aos 19.10.2008

2 comentários:

Carlos Almeida disse...

Esta é a prova provada da insegurança, patente na nossa freguesia. Mais, este acontecimento vem decalcar o tema que já esteve na ordem do dia aqui neste mesmo Blog, ao qual muito poucos deram ênfase. Para além disso, alguns cidadãos declararam sentir-se absolutamente seguros.
Eu questiono, e agora mantêm a vossa presunção de segurança?
Pois é, foi na casa do vizinho, mas amanhã nunca se sabe, poderá ser na sua.
Há que dar todas as condições às polícias, exigindo delas o escrupuloso cumprimento dos deveres instituídos, a contrario senso, do que é prática reiterada dos agentes de segurança. Refiro-me em abstracto ao facto de a PSP e a GNR serem no meu modesto entendimento, forças reactivas e, vocacionadas para a aplicação de coimas e multas a automobilistas e comerciantes entre outros.
No que concerne à criminalidade e, com conhecimento de causa, só estão disponíveis para o pequeno crime, para os outros, os que nos preocupam mais e que causam alarme social, não sei se por falta de meios ou quaisquer outros motivos, salvo raras excepções, nada é feito para cortar o mal pela raiz.
Aqui em Fernão Ferro, não pretendendo ser injusto, devo salientar que raramente vejo a GNR a patrulhar as ruas durante a noite. A título de exemplo, as corridas que se realizam nas avenidas da freguesia têm vindo a ser uma prática nos últimos meses e policia nem sobra. Se esta prática fosse no período diurno, certamente que estaria resolvida.
Pessoalmente até compreendo que é bom estar em casa junto da nossa família e não ter de andar na rua fria durante a noite, foi por esse motivo que eu nunca escolheria ser agente da autoridade, assim como os que optaram por essa nobre profissão, a assumiram por vontade pessoal. Ora assim sendo, hoje têm de assumi-la para o bem e para o mal. Para o bem é defender as pessoas assim como os seus bens, para o mal é ter de sujeitar-se a exercer a profissão de noite e na rua.
In fine, deixo aqui uma sugestão ao Comandante do Posto de Fernão Ferro, reformule os horários de trabalho dos funcionários e tente retirar o máximo de serviço administrativo aos agentes.

Anónimo disse...

Seguro em Fernão Ferro?
Aqui e na Jamaica.
Por o Seixal ser um oásis é que os "turistas" procuram-nos todos os dias.
Haja Deus, porque as leis que temos só protegem os "turistas".