LIXEIRAS NAS RUAS

MAIS UM DOCUMENTO QUE,
INFELIZMENTE, NÃO PERDE ACTUALIDADE




UMA FREGUESIA SEM LIXEIRAS NAS RUAS


É UMA FREGUESIA MAIS SAUDÁVEL




As lixeiras que se vêem nas ruas de Fernão Ferro são um crime ambiental e põe em perigo a saúde pública.

Este grave problema, que afecta e indigna a maioria da população é um problema que existe desde sempre e que urge ser resolvido rapidamente.

Em boa verdade, nesta nossa “FREGUESIA FLORIDA”, o que mais se vê nas ruas de Fernão Ferro são amontoados de lixo espalhados pelo chão, nos passeios onde os há, junto aos contentores, onde os há, e noutros locais onde nem passeios nem contentores existem.

Estes amontoados de lixo que, nalguns locais são autênticas lixeiras, constituem um tremendo foco de contaminação, rapidamente transmitida através das centenas de cães abandonados que vagueiam pelas ruas e que remexem no lixo à procura de alimentos.

Não é assim difícil prever o perigo real que daí resulta para a saúde pública.

As ruas “floridas” com estes amontoados de lixo diminuem assim a qualidade de vida que a população tem na freguesia e que, infelizmente, ainda está longe de ser a ideal.

É um facto que os serviços de salubridade da Câmara Municipal do Seixal não só são insuficientes como não têm qualidade de produção.

Ninguém compreende que se recolha o lixo nos contentores
e deixe-se ficar o lixo doméstico que está no chão.

Mesmo quando é apenas um simples saco de super mercado com lixo doméstico.

Um simples saco que, por ali ficar, “convida” ao ajuntamento de outros pois cria nas pessoas a ilusão de que o contentor já está cheio.

Haverá alguma razão especial para que os funcionários que recolhem o lixo dos contentores não possam apanhar o lixo doméstico que se encontra no chão junto a estes?

É verdade que na questão do lixo a falta de civismo também tem uma quota-parte de responsabilidade no triste cenário que temos nas ruas da Freguesia e que é um autêntico crime ambiental.

A solução para este gravíssimo problema passará efectivamente pela colocação de mais contentores onde estes não chegam e nos locais onde ainda não existem, assim como reforçar o número dos ecopontos para se poder dar uma melhor resposta à separação do lixo;

Por campanhas de informação e de sensibilização tanto para os funcionários dos serviços de salubridade como para a população em geral;

Por chamar à responsabilidade os prevaricadores e os que negligenciam a função que lhes compete;

E tendo sempre em conta que, pelas próprias vicissitudes desta Freguesia, a sua população produz muitas mais vezes o lixo que o mesmo número de habitantes de uma outra área onde existam apenas apartamentos.

Compete pois a esta Assembleia de Freguesia solicitar ao Senhor Presidente da Câmara Municipal do Seixal a tomada das medidas necessárias, que se impõem no interesse da população de Fernão Ferro que exige um ambiente mais saudável.

Este documento apresentado pelo autarca Fernando Reis foi aprovado por maioria (A FAVOR, PS - 3 votos, PSD - 2 votos, INDEPENDENTE - 1 voto, CDU - 1 voto, ABSTENÇÃO, CDU - 4 votos, CONTRA, CDU - 1 voto), em 21 de Setembro de 2007.

Enviado ao:

- Presidente da C.M. do Seixal
- Ministro do Ambiente
- Ministro da Administração Interna
- Comandante do Posto da GNR de Fernão Ferro
- Assembleia Municipal do Seixal
- Assembleias de Freguesia do Concelho do Seixal
- Associações de Moradores de Fernão Ferro
- Associações de Solidariedade Social e Colectividades de Fernão Ferro.



FF aos 12.10.2008

16 comentários:

CMA disse...

Se eu não conhecesse estes locais diria (sem menosprezo) que isto é a Somália.
Como é que a CMS e a Freguesia podem acabar com os ratos e cães quando abundam estas lixeiras a céu aberto.
Para finalizar e como já tinha comentado neste espaço anteriormente isto é digno de uma reportagem televisiva, pois está em questão a saúde pública.

cardoso disse...

Esta vergonha é na Avenida da Liberdade.
Ainda hoje passei por esta imundice e o comentador acima tem razão. Isto merece televisão.
Um município que gasta milhões de euros num boletim não tem dinheiro para aumentar a frota da recolha de lixo?
É esta a freguesia florida que temos no concelho?
Senhor presidente Alfredo Monteiro se ler este meu comentário siga este conselho: Olhe pela nossa saúde e pela sáude dos nossos filhos em vez de andar a gastar o nosso dinheiro para nos fazer acreditar que o concelho do Seixal é um concelho saudável.

Anónimo disse...

Não sei se repararam, mas a senhora na fotografia possui um contentor do lixo que não é da freguesia e depositou certamente o lixo na rua .
Não há o minimo de civismo.
Há pessoas que só merecem viver nas pocilgas.

Anónimo disse...

Há pessoas que ainda não sabem o que é civismo e comportam-se como animais.
Mas esta pessoa aparenta ser de idade e parece-me que não está ali a depositar o lixo mas sim a ver se alguma coisa lhe serve.
O que é triste em ambos os casos.

Anónimo disse...

Como é que pode haver um voto contra neste documento do maior interesse para a população?
E logo da CDU.
Será de alguém que tem que defender o patrão para não ser despedido?

FIRMINO disse...

O voto contra da CDU é o exemplo da falta de noção da realidade.
Ainda bem que Fernão Ferro não é a ex alemanha democrática ou outro qualquer satélite.

Anónimo disse...

Na realidade existe muita falta de civismo e não quer dizer que sejam residentes na Freguesia.
Grande parte dos monos domésticos e industriais vêm de outras zonas da periferia e até de Lisboa. Também os industriais da Freguesia que ainda não se habituaram a colocar o lixo no aterro sanitário ou nos contentores próprios existentes no estaleiro da Junta de Freguesia, contribuem para algumas situações indecorosas existententes junto dos grandes contentores e dos ecopontos.
Em pior situação está a zona da Vila Alegre - área do Concelho de Sesimbra - terrenos do Xavier de Lima, ali sim, é algo indescrítivel, só vendo.
A situação melhorou substancialmente na zona dos Morgados com a implementação do sistema de recolha do lixo porta-a-porta (2.000 contentores), sistema que a partir de Novembro será extensível á área Norte dos Redondos (750 contentores adquiridos pelos moradores e que serão entregues e recolhidos pela CMS numa acção conjunta com a Associação de Moradores.
A acção fiscalizadora também vai actuar duramente contra os prevaricaores.
E assim, a pouco e pouco se vai disciplinando e melhorando o ambiente na Freguesia Florida de Fernão Ferro.

Fernando Reis disse...

Estou de acordo com o que o anónimo das 18:16 diz.

Mas este anónimo não tem nome nem rosto?

Quem assim fala só pode ser da Junta de Freguesia.

Será o seu presidente?

Se é porque não se identifica?

Fernando Reis disse...

Já agora gostava de saber se vão também ser distribuídos mais ecopontos.
Os que há são poucos e a população reclama por eles onde não existem.
E dizendo isto não estou a dizer que tem de haver um ecoponto em cada quarteirão.
Mas se houver um por cada dois quarteirões já é razoável.

PS.
O facto de no concelho de Sesimbra haver, eventualmente, uma estrumeira igual ou maior que aquelas que se vêem em Fernão Ferro, não deve ser motivo de gáudio para ninguém, muito menos para a Junta de Freguesia.

Fernando Reis disse...

Caro Anónimo das 21:38:

- Se ficou admirado por

haver um voto contra da

CDU na aprovação deste

documento pela Assembleia

de Freguesia, então mais

ficará agora se,

rectificando aquela

votação,o informar a si e

aos restantes leitores

que, na realidade, a

votação que se verificou

foi esta:

- A FAVOR

PS - 3
PSD -2
IND -1
CDU -1

- ABSTENÇÃO

CDU - 4

- CONTRA

CDU -1

Sem mais comentários.

Apenas solicito a devida rectificação na votação que se encontra no documento exposto na página principal.

Sergio Teixeira disse...

Estou pouco preocupado pela info prestada. A raiz é na M _ _ _ A que está patente na freguesia.
Caros cocidadãos a fazer esta lixeira queiram fazer o favor de a depositar á porta dos politicos da nossa freguesia para que eles depois possam inscrever um tipo de flor nas placas que foram pagas com o meu dinheiro.

alfredo disse...

Numa freguesia como a de Fernão Ferro, a senhora só pode estar a apanhar flores.
Em que quintal será que isto acontece e porquê.
Com este tipo de provas não é possivel tapar o sol.
Ainda bem que vocês denunciam isto.

Anónimo disse...

Numa freguesia florida e de canteiros, o nome está mal escolhido.
Dever-se-ia fazer um plebiscito para alterar o nome de Fernão Ferro para
a) Fernão Chiqueiro
b) Porcaria no Chão
c) Fernão Lixão
ou
d) aceitam-se outras propostas.

Fernão Ferro F F disse...

Senhor anónimo das 15:45.

Se quiser que a administração deste Blog publique o seu comentário, queira fazer o favor de retirar o nome da pessoa que insinua.
Não sabemos que é ou são os embuçados, mas se mesmo assim ainda continuar interessado na publicação do seu comentário, então tenha em atenção não fazer descer o nível deste espaço.

Bernardino disse...

Despejem o lixo na Rua Bernardo Santareno, para que ele veja a existência do lixo e o mande retirar.

Faça algo, não diga que o lixo vem das outras freguesias e de Lisboa.
É obvio que o lixo é daqui e que a responsabilidade pelo zelo do bem estar e da saude publica lhe cabe.

Abra a miupia se faz favor.

Anónimo disse...

Bom dia...

Sou moradora de Fernão-Ferro, e realmente é triste ver lixeiras a ceu aberto na freguesia!
Infelizmente este não é o unico sitio onde esta vergonha acontece dentro da freguesia!

Freguesia florida?? Onde?? Ah já sei nas avenidas principais!
Pois os que vivemos fora dessas avenidas nem estradas alcatroadas temos!